O Mistério nos "Garotos de Liverpool"




Não é raro ver ainda hoje muitas bandas influenciadas pelo estilo Beatles, poucas bandas conseguiram influenciar tantas gerações seguidas como esta, e hoje venho falar exatamente sobre “ The Beatles”, mas não sobre a carreira desta banda, isso fica pra uma próxima postagem, vou falar sobre o mistério presente nos “garotos de Liverpool”.

Sabe-se que diversas mensagens subliminares foram deixadas nos dicos dos Beatles, seja nas capas ou nas letras, como o incentivo ao consumo de drogas, o ocultismo, a necrofilia e o mais curioso são as mensagens onde John Lennon revela a morte de Paul McCartney .

Abaixo há algumas das mensagens presentes nas letras dos Beatles:

"Lucy in the Sky with Diamonds"

Se notarmos bem as inicias do título (negritadas) contém a formação da sigla “LSD”, o objetivo era difundir a marca LSD, droga muito utilizada nos anos 60.
Curiosidade:
"Sem Lenço Sem Documento" de Caetano Veloso rebate os Beatles usando a subliminar : Sem LSD.


"Revolution 9"


A música "Revolution 9" (tradução: revolução 9), do "Álbum Branco", entre os sons de sirenes, gemidos de crianças, grunhidos de porcos e metralhadoras, ouve-se: "number nine" que, ao contrário ('backward masking') fala: "Turn me on DEAD man" (tradução: Excite-me homem morto).

"Hey Jude"

 A música "Hey Dude" (tradução:"Ei, amigo") fala: '...Lembre-se de deixá-la entrar debaixo de sua pele, e então começara a sentir-se melhor'. A mensagem subliminar é simples e cruel: deixar entrar as "agulhas das seringas com drogas injetáveis" debaixo da pele e sentir-se melhor. 

"Strawberry Fields Forever"

No final da música se ouve ao fundo John Lennon dizer "I buried Paul" (eu enterrei Paul).



A Morte de Paul Mcartney

Em 1966 Paul McCartney teria morrido num acidente de carro, e os Beatles estavam no auge, todos os jovens usavam o mesmo corte de cabelo, a mesma roupa e tinham até a mesma maneira de pensar, a banda era o novo mito da Cultura POP nos anos 60 e funcionavam perfeitamente para os fins aos quais foram destinados. O acidente de Paul foi ocultado pela gravadora Capitol que convocou um sósia, o também inglês Willian Campbell. John Lennon, que nunca engoliu a farsa, passou a espalhar pistas subliminares da morte do parceiro pelas famosas capas dos álbuns da banda com a afirmação de que Paul Mcartney estaria morto. Se a lenda "Paul is Dead" foi criada para revelar a morte de Paul ou foi apenas um marketing não sabemos, mas o fato se tornou numa grande obsessão de fãs durante muito tempo, transformou-se também em livros, especiais de TV, sites e Filmes.
 
"Alguns estudiosos realmente constatam diferenças nas músicas compostas antes e depois de 66, por Paul."
 Lúcio Ribeiro (reportagem local) da Folha de S.Paulo (20/10/00).


   
Há na capa de “Abbey Road” 1969 os quatro Beatles andando em fila, simbolizando uma procissão de enterro, John de branco, representa o padre, Ringo de preto, o agente funerário, Paul é o morto e Harrisson, seria o coveiro.
Há também a presença de um carro que parece vir na direção de Paul (como os ingleses dirigem na mão esquerda, parece que o carro já atropelou Paul) o que nos permite saber a causa de sua morte, e temos um carro de polícia, entre John e Ringo, parado, parece estar atendendo alguma ocorrência.


 

Outros detalhes são o cigarro na mão direita (Paul era canhoto), os pés descalços (É um costume do ingleses serem enterrados com os pés descalços) e os olhos fechados. 

 
Observe os furos na parede antes da palavra "Beatles". Agora ligando os furos, notamos que forma-se a frase "3 Beatles".



 
A capa do "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band", 1967 está cheia de mensagens subliminares. Na verdade, todo o conjunto de elementos desta capa está retratando uma espécie de funeral. Observe o caixão coberto de flores vermelhas. 

 
Logo abaixo do caixão podemos ver um arranjo de flores amarelas, que representa o contra-baixo (de canhoto) que seria de Paul  (Este contra-baixo é um instrumento próprio para canhotos). 




Já na palavra BEATLES (de vermelho)  temos no final a presença de um “o”, na qual se separarmos podemos formar a frase “Be at Leso” (Está em Leso), que seria o nome do suposto local onde Paul estaria enterrado.



 A foto de Aliester Crowley (guru satanista - conhecido como "A Besta") inserida na capa de "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band".



 
Outra curiosidade é na foto acima onde Paul é o único dos Beatles que está com um cravo preto na lapela do paletó, enquanto todos os outros estão com cravos vermelhos.












Um comentário:

  1. sério mesmo, as pessoas que percebem isso são muito fodas msm.

    ResponderExcluir

O que achou da postagem? Comente!
O seu comentário é muito importante para nós!

Você é livre para comentar o que quiser, porém me reservo no direito de apagar seu comentário se julgar desapropriado para que os outros leitores vejam.

Outros links que podem te interessar

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.